OUTROS DESTAQUES
Internet das Coisas
Qualcomm espera receitas de US$ 1 bilhão com IoT em 2018
sexta-feira, 03 de agosto de 2018 , 19h11

A Qualcomm espera que as receitas de sua operação com Internet das Coisas ultrapassem a faixa de US$ 1 bilhão neste ano fiscal após um "sólido crescimento de dois dígitos em relação aos últimos dois anos", segundo declarou o presidente da empresa, Christiano Amon, em comunicado enviado à imprensa nesta sexta-feira, 3. A fornecedora de chipsets e equipamentos afirma que a habilidade de reutilizar os investimentos de pesquisa e desenvolvimento na tecnologia móvel permitiu tornar o negócio "muito saudável".

A fornecedora se comprometeu a apoiar o ecossistema de IoT ao proporcionar tecnologias de inovação, permitindo companhias "de todos os tamanhos" definir e comercializar soluções e participar da oportunidade. "Nos segmentos de IoT industrial, incluindo corporativo, manufatura, varejo, cadeia de fornecimento e utilities, os modems e SoCs [system-on-a-chip] proporcionam conectividade vital e processamento na ponta para produtos como terminais de pontos de venda e dispositivos industriais", afirma a companhia. "Como resultado, as receitas cresceram rapidamente e estamos a caminho de dobrar o ano fiscal em relação a dois anos atrás." A Qualcomm Technologies antecipa que as oportunidades da IoT industrial vão crescer a aproximadamente 20% de taxa média anual composta (CAGR) nos próximos anos, e espera aumentar ainda mais em receita.

Não apenas no segmento industrial, as oportunidades estarão também em negócios residenciais, especialmente com roteadores com o padrão Wi-Fi 11ax e caixas de som com assistente virtual em inteligência artificial. A empresa pretende crescer no mercado de dispositivos de casa inteligente como eletromésticos, lâmpadas e telas inteligentes como a recém-lançada em parceria com a Lenovo. Nessa área, a companhia espera crescer quatro vezes em receita com chipsets SoC no ano fiscal em relação a 2017.

A Qualcomm diz também que aumentou quase 20 vezes o número de clientes em relação a 2014, totalizando agora 9 mil. Para atender a demanda, a fornecedora conta agora com mais de 25 distribuidores globais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top