OUTROS DESTAQUES
Leilão do Banespa
quarta-feira, 03 de março de 1999 , 20h44 | POR REDAÇÃO

Para favorecer o leilão de privatização do Banespa, o governo deve optar mesmo pela divisão do banco em três partes: duas sadias (o banco e a participação na Cesp) e uma podre (ativos com problemas). Essa modelagem segue uma estratégia já definida: 1) A privatização da Comgás deve melhorar a posição da Cesp, que tem uma participação importante na estatal de gás; 2) A valorização da Cesp repercute no valor do Banespa, que pode assim compensar a parte podre e, portanto, invendável, do banco.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top