OUTROS DESTAQUES
GOVERNO
Governo reduz gastos com comunicação e dados em 8% no 1º semestre
quarta-feira, 02 de agosto de 2017 , 16h43

O governo federal gastou R$ 1,02 bilhão com pagamentos de serviços de comunicação e processamento de dados de janeiro a junho deste ano. O valor é 8% menor do que o pago no mesmo período em 2016, ou R$ 89 milhões a menos. Em 12 meses, os gastos da administração pública federal nesse segmento atingem R$ 3,9 bilhões, valor 55,1% menor que nos 12 meses anteriores.

Em 2016, os valores nominais pagos pelo governo pelos serviços de comunicação e processamento de dados chegaram a R$ 3,9 bilhões, atingindo ao mesmo montante pago em 2011. Entre 2012 e 2015, as despesas com esses serviços foram menores, como em 2013, que custaram R$ 3,6 bilhões.

Em termos gerais, no primeiro semestre de 2017, as despesas de custeio administrativo do governo federal somaram R$ 9,9 bilhões. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve redução real (descontado o IPCA) de 7,2%. Em valores nominais, as despesas tiveram queda de 3,6% em relação aos seis primeiros meses de 2016. Os dados constam do Boletim de Custeio Administrativo, publicado pela Secretaria de Orçamento Federal (SOF) do Ministério do Planejamento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top