OUTROS DESTAQUES
GOVERNO
Prefeituras avançam na substituição de conexão via rádio por fibra
quarta-feira, 02 de maio de 2018 , 21h42

O Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão divulgou nesta quarta-feira, 2, que 83% das prefeituras do País tinham em 2017 acesso à Internet por meio de conexão por cabo ou fibra ótica, em substituição à tecnologia por meio de rádio. O número em 2015 era de 69%. Os dados são da terceira edição da pesquisa- TIC Governo Eletrônico, realizada em 2017.

De acordo com a coordenadora da pesquisa, Manuella Maia Ribeiro, o levantamento não apurou as causas da mudança, mas ela acredita que isso ocorre por conta do avanço da oferta de conectividade por parte dos pequenos provedores de Internet, aliado aos primeiros resultados das políticas públicas implementadas  pelos governos Federal, estaduais e municipais. "Percebe-se que esta mudança ocorreu principalmente em municípios da região Nordeste, com população entre 10 mil e 100 mil habitantes", afirma.

Em relação aos projetos de cidades digitais, a pesquisa revela que 18% das administrações municipais informaram ter algum plano. O número cresce (77%) quando o universo é apenas capitais de estado e (70%) quando se trata de municípios com mais de 500 mil habitantes.

Oferta

O estudo  também levantou que a maioria (90%) dos municípios têm página nas redes sociais e postam alguma informação pelo menos uma vez por semana. "O estudo revela também que em 76% deste universo de prefeituras, há uma área ou ao menos uma pessoa responsável pela divulgação de conteúdo das redes sociais", declara Ribeiro.

No entendimento dela, a oferta de serviços ainda pode avançar – em sua maioria, na prestação de informação ou na possibilidade de o cidadão fazer download de algum documento ou formulário. Entre os serviços que mais cresceram estão a emissão de nota fiscal eletrônica e emissão de certidões para pessoas física e jurídica.

 

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top