OUTROS DESTAQUES
Mercado
Telemig Celular tem queda de receita mas lucro sobe
quarta-feira, 02 de maio de 2007 , 18h16 | POR REDAÇÃO

A Telemig Celular divulgou nesta quarta-feira, 2, os resultados do primeiro trimestre de 2007. A empresa alcançou receita líquida de R$ 317 milhões, com queda de 7% ante o período anterior atribuída à redução de 3,1% na receita líquida de serviços. A empresa teve um crescimento de 53,5% no lucro líquido passando de R$ 28 milhões no trimestre anterior para R$ 43 milhões neste trimestre, com resultado operacional acima das expectativas do mercado.
A queda na receita líquida foi decorrente da diminuição no tráfego total resultante da sazonalidade do trimestre e decréscimo de 45,8% na receita líquida de aparelhos em função do menor número de vendas associadas aos fatores sazonais. O Arpu também caiu de R$ 29 no trimestre anterior para R$ 27,6. A base de assinantes da operadora cresceu apenas 1,8%, para 3,49 milhões de assinantes. Esse ganho não foi suficiente para impedir uma perda de market share com uma participação no mercado de 31,1%, inferior aos 31,6% do trimestre anterior. A empresa cresceu na região do Triângulo Mineiro: o market share foi estimado em 18,1%, superior aos 17,3% que a companhia detinha no quarto trimestre de 2006.
O segmento pós-pago representa 22,3% da sua base total de assinantes, com uma leve queda de 798 mil no quarto trimestre de 2006 para 779 mil neste trimestre. No pré-pago passou de 2,6 milhões no período anterior para 2,7 milhões no primeiro trimestre de 2007.
O Ebitda alcançou R$ 121 milhões e margem Ebitda de 38,3%, 15% acima do quarto trimestre. O custo de aquisição por cliente apresentou queda de R$ 124 ante R$ 129 no trimestre anterior. A empresa registrou redução de despesas, em percentual da receita líquida, no custo dos aparelhos (de 15% para 8%), despesas com vendas e marketing (de 19% para 4%) e despesas administrativas (de 10% para 6%), que haviam sido impactadas com consultorias administrativas no quarto trimestre de 2006. A empresa continua com baixo endividamento, com dívida de R$ 219,4 milhões e dívida líquida negativa de R$ 371 milhões. Os investimentos no trimestre totalizaram R$ 11,5 milhões, que corresponde a 4% da receita líquida com Capex de R$ 130,5 milhões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
Top