OUTROS DESTAQUES
MERCADO
Cade aprova, sem restrição, venda de 25% da Algar
sexta-feira, 02 de Março de 2018 , 20h43 | POR REDAÇÃO

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrição, o Contrato de Investimentos entre a Algar S/A Empreendimentos e a Archy LLC, afiliada do GIC Special Investments LTD (fundo soberano de Cingapura). Pelo contrato celebrado, o fundo passará a ser detentor, de 25% do capital social e votante da Algar. Na avaliação, publicada em despacho na edição desta sexta-feira, 2, do Diário Oficial da União (DOU), o órgão entende que a operação não gera preocupações concorrenciais, já que as empresas detêm baixas participações nos mercados em que atuam.

De acordo com análise do Cade, o fundo GIC tem investimentos indiretos pequenos e passivos em outras empresas de telecomunicações, mas que atuam em áreas restritas, o que descaracteriza a sobreposição horizontal e nem provoca integrações verticais. Segundo a análise do Conselho, os únicos serviços que têm participação de mercado comum entre os dois players são infraestrutura em nuvem e gerenciamento de TI. No entanto, esta participação combinada é inferior a 20% – aquém, portanto, do percentual mínimo legal para presunção de possibilidade de exercício de poder de mercado".

A operação, que foi fechada pelas empresas no final de dezembro e anunciada no início de janeiro, se dará por meio de um aumento de capital entre R$ 352 milhões e R$ 379 milhões cujos direitos de subscrição serão cedidos à Archi pelos controladores. Além disso, serão adquiridas pela Archi diretamente do controlador ações no montante de R$ 648 milhões. Ao todo, a operação perfaz R$ 1 bilhão. A anuência prévia da Anatel também será necessária para a consolidação da operação.

A Algar opera como concessionária de telefonia fixa, serviços móveis e banda larga na região do Triângulo Mineiro e tem uma considerável infraestrutura dedicada a serviços corporativos espalhada por diversas cidades fora da área principal de atuação.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top