OUTROS DESTAQUES
MWC 2018 - Inclusão
Hoje, 1 bilhão de pessoas vivem sem conexão móvel, e cenário não melhora até 2025
quinta-feira, 01 de março de 2018 , 08h00

O mundo hoje se conecta à Internet por meio de redes de dados móveis, mas qual o percentual de pessoas que ainda não têm acesso a nenhuma rede de dados? Segundo dados da GSMA Intelligence, divulgados esta semana durante o Mobile World Congress 2018, que acontece em Barcelona, as redes de dados móveis já cobrem 6,6 bilhões de pessoas, das quais metade é de fato usuária dos serviços de acesso à Internet pelo celular, e 1 bilhão de pessoas não estão na área de cobertura móvel. A má notícia é que em 2025 não existe perspectiva de que estas pessoas serão cobertas. As estimativas da GSMA Intelligence apontam para uma realidade em que 900 milhões de pessoas permanecerão fora da área de cobertura das redes de dados móveis. A boa notícia é que mais pessoas que estão em áreas cobertas utilizarão, efetivamente, redes móveis para acessar a Internet. A GSMA estima que 5 bilhões de pessoas utilizem a Internet em redes móveis em 2025, e 2,3 bilhões, apesar de cobertas, não estarão conectadas.

Em termos de usuários únicos à rede móvel (desconsiderada duplicidades de SIMCards e M2M), haverá um aumento de 5 bilhões hoje para 5,9 bilhões em 2025, considerando não só os serviços de dados, mas também de voz.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top